Blog Papo de Buteco: Fique por dentro!

Agora que você já conferiu o pódio nacional, que tal aprender sobre a história do MELHOR BUTECO DO BRASIL de 2019?

Continuando a apresentação das histórias dos butecos campeões, que tal iniciarmos com o MELHOR BUTECO DO BRASIL DE 2019?

Foto: Iwi Onodera/G1

Representando Belém do Pará, especificamente Ananindeua, vem o buteco Paladar Gi (ou bar

do Vasco, como o conhecem na região).. Conhecido como o MELHOR BUTECO DO BRASIL nessa edição comemorativa dos 20 anos, trazendo uma honra imensa para a região norte, para o legado do concurso e, principalmente, a equipe do estabelecimento!

Selecionamos o atual campeão da Etapa Nacional para contar sua história até aqui e como ele se aplicou para se destacar entre os demais e como fez para apresentar um atendimento exemplar, com uma higiene impecável e, claro, o sabor típico da região norte.

O proprietário do Paladar Gi, o sr. Francisco Vasconcellos, conhecido como Vasco pelos amigos e clientes – devido ao seu amor pelo time de futebol, um verdadeiro cearense com alma de paraense. Ao mudar para a cidade de Belém há mais de 10 anos, com a intenção de transformar sua vida, seu Vasco encontrou no buteco sua grande oportunidade – e mudou a sua vida e de diversas pessoas ao seu redor para muito melhor!

O buteco que possui 10 anos, apresenta abundante tradição paraense através da comida boa e típica, com muita música e cheio de gingado que só Belém pode oferecer! Administrado pelo Francisco que conta com o Anderson, seu braço direito e parceiro no dia a dia do Paladar da Gi, unidos executam a harmonia perfeita no local, presando por um atendimento de ótima qualidade, temperatura da bebida sempre impecável, sabores típicos da região nos petiscos e nas comidas caseiras e, claro, contando com uma higiene de ponta!

Ao longo de seus 2 anos de participação no concurso Comida di Buteco, o buteco Paladar Gi subiu ao palco 5 vezes, sendo três delas no ano passado – como vice-campeão, melhor sobremesa pelo patrocinador dona benta e como o terceiro melhor buteco vendedor das cervejas patrocinadoras, e duas delas esse ano – como campeão local e MELHOR BUTECO DO BRASIL. Um buteco com muito prestígio na região de Ananindeua e Brasil a fora!


Click da @isismargalho

Mas, segundo o seu Vasco, abrir o bar e participar do concurso superaram suas expectativas: “O Comida di Buteco transformou a minha vida. Como a missão deles é transformar a vida das pessoas através da cozinha, transformou a minha e a desse rapaz que tá aqui comigo – Anderson. […] Hoje eu vejo isso. Esse concurso aumentou nosso faturamento em 150%, estamos muito felizes e com a sensação de dever cumprido.”, disse emocionado ao ganhar a premiação nacional.


Foto: Iwi Onodera/G1

Nessa edição comemorativa dos nossos 20 anos, Vasco realizou seu sonho de estar novamente no palco do Comida di Buteco e agora como CAMPEÃO NACIONAL. Uma honra imensa, que destaca ao levar a comida paraense “do Pará para o Brasil e o resto do mundo”!

Falando em comida típica do Pará, ao criarem o petisco apresentado esse ano, conhecido como “Croquete do Sabor da Amazônia”, Francisco e Anderson tiveram a ideia de trazer um pouquinho do Pará ao prato. Sendo assim, fizeram deliciosos croquetes de pato no tucupi, servidos com bruschettas de creme de pupunha e dois molhos especiais da casa – com especiarias típicas da região. Essa delícia aqui, foto tirada pela equipe @comerbembelem:

Então vamos aprender a fazê-lo?

Já separa o caderninho de receitas butequeiras e anota aí as dicas do pessoal do Paladar Gi!

INGREDIENTES:

150g purê de batatas

150g de pato cozido e desfiado

200ml de tucupi

100g de jambu

150g de queijo marajó

100g queijo coalho

100g de flocos de pão

50g de farinha de tapioca

100ml leite

02 ovos

50ml de óleo de soja

50ml de mel

50ml de cerveja preta

08 pupunhas

01 pão francês

Sal, pimenta e canela a gosto

Foto por @paladargii

MODO DE PREPARO:

Massa do croquete

Em uma panela coloque o puré de batatas e, ainda quente, acrescente o queijo do marajó até a massa ficar cremosa e lisa. Reserve.

 

Recheio de pato

Em uma outra panela, coloque o pato devidamente desfiado junto com o tucupi, jambu e tempero a gosto. Reserve.

Croquete
Após deixar o recheio e a massa reservados, faça uma concha com a massa (utilize uma colher), coloque o tempero no meio e feche o bolinho o modelando como um kibe. Em seguida, frita-os em óleo quente. Ao finalizar as porções, reserve novamente.
Bruschettas de pupunha

Em uma panela coloque a pupunha em 300ml de água fervente com uma pitada de sal, deixando cozinhar e reduzir até ficar um puré de pupunha. Em seguida corte o pão francês em rodelas e coloca em cima o puré de pupunha, queijos do marajó e coalho ralados e ponha para gratinar em forno médio. Depois do tempo estimado de 15 min, reserve-os.

 

Molho de pimenta da terra

Em um liquidificador, coloque o leite líquido, pimenta de cheiro, alho e sal, bata em velocidade média acrescentado aos poucos o óleo de soja até ficar um molho cremoso.

 

Molho de mel e cerveja preta
Coloque em uma panela a cerveja preta, mel de abelha puro e canela, deixando reduzir até o molho ficar consistente.

Apresentação
Após cada item estar pré-pronto, se prepare para a apresentação. Ela pode seguir a sugestão do Paladar Gi, na imagem abaixo, ou inovar criando um novo estilo para ser servida como desejar!

O que vale é o verdadeiro sabor do Pará!

Dicas para a receita:
– Recomendamos que o petisco seja servido quente.
– O tempo estimado para o preparo é de 1h, de forma prática, e a receita poderá render 1 a 2 porções.

Agora que você já sabe preparar essa delícia duplamente campeã, experimente realizá-la no conforto de seu lar para degustar do típico sabor amazônico! Mas, mesmo aprendendo a receita, recomendamos a visita à Belém do Pará para desfrutar de uma experiência verdadeiramente butequeira na Amazônia!

Depois conte tudo para nós, combinado? <3