Blog Papo de Buteco: Fique por dentro!

Vem aprender o petisco “Vegano di Buteco” apresentado pelo Tanganica Art Bar, campeão de BH no #ComidadiButeco20anos!

Leite de coco, azeite de dendê, pimenta biquinho, ervas aromáticas e gengibre são ingredientes recorrentes das receitas brasileiras, mas você sabia que estes temperos não são originários do Brasil? Sim, eles têm origem africana. Os costumes da África influenciaram e deram mais cores não só para nossa culinária, como também à nossa cultura – e até o nome de um buteco participante!

Fotos por @novasafrafoodservice e @tanganicartbar

Foi assim, pensando em homenagear esse enorme continente e suas iguarias, que em 1999, surgiu o Tanganica Art Bar. Onde o jornalista, cozinheiro e dono do bar, Ângelo Rafael Talles decidiu batizar o nome do seu bar de Tanganica, o nome do segundo maior lago da África. Curioso, não?

Pois é, sua história única e cheia de personalidade é transmitida a todos que o visitam o bar, onde em cada detalhe da decoração, no tempero dos petiscos e até no carisma do atendimento, Ângelo e seus funcionários transbordam a nossa cultura e suas tendências ancestrais. Com toda certeza, o Tanganica Art Bar é um ambiente convidativo e aconchegante, como um buteco familiar raiz tem que ser!


Fotos por @santobebumdicasbh e @rafaelovilela

Assim como nós, o bar do seu Ângelo também possui 20 anos de jornada butequeira, que foram muito bem percorridos ao longo de suas aventuras, localizado na Rua Padre Demerval Gomes, 380, no Coração Eucarístico. Como dono, ele sempre destacou o buteco como extensão da sua casa e o sonho do empreendimento próprio se tornando realidade, por isso destaca que seu espaço é harmonioso, com ótima comida, atendimento de primeira e traz uma identidade singular – que o ressalta dos demais. E essa garra, valores de qualidade e persistência lhe rendeu o título de Campeão de BH, em data comemorativa! <3


Foto por @costarodneyd_oficial

“Eu agradeço muito. Esse é um resultado de muito trabalho. Eu me entreguei, acordava às 5h, de domingo a domingo, todo dia me dedicando a esse projeto. Esse é um prato que representa toda moçada vegana. É o primeiro e único prato vegano da competição. Estou muito feliz”, comemorou Telles, que se vestiu de Visconde de Sabugosa para receber o prêmio.

Um fato interessante é que ao longo dos seus quatro anos de participação no concurso, pela primeira vez Ângelo nos apresentou um petisco vegano, conhecido como “Vegano di Buteco” e, para um deliciosa surpresa, essa maravilha vegana agradou ao público butequeiro em geral.

Foto por @guiadolugarzinho

A receita é essencialmente fiel ao nome, portanto, vegana: rolezinhos empanados de berinjela recheados com queijo funghi e shitake, acompanhado de pururuca e molho madeira também veganos. M-A-R-A-V-I-L-H-O-S-O-S!

Então corre aqui pra conferir a receita completa, já aproveita pra pegar o caderninho de receitas butequeiras:

Ingredientes

Para os rolezinhos

2 berinjelas médias fatiadas

10 grs de shitake

100 hrs de funghi seco

2 xicaras de trigo

Tempero a gosto

 

Para o molho madeira

Caldo do funghi

1 xícara de tomate

Tempero a gosto

 

Para a pururuca vegana

1 xícara de fubá

1 litro de água

Molho shoyu

2 colheres sopa fumaça liquida

1 colher de café de páprica

Meia colher chá de sal.

Fotos por @tremparafazer
Modo de Preparo

Coloque as fatias de berinjela de molho em água com sal por meia hora. Prepare o recheio o funghi ferventado picadinho refogue tudo com tempero a gosto, reserve. Grelhe as fatias de berinjela. Coloque o recheio nas fatias e enrole, prenda com um palito. Prepare um creme com a farinha de trigo e deixe um pouco de farinha para empanar. Passe cada rolezinho na papinha de trigo e depois no trigo e frite.

O molho

Bata os tomates no liquidificador juntamente com o caldo escuro que sobrou do funghi. Coe e refogue com tempero a gosto. Deixe engrossar um pouco.

A pururuca

Coloque no fogo uma xícara de fubá com um litro de água juntamente com a fumaça líquida o shoyu e sal a gosto. Deixe engrossar. Despeje o mingau numa superfície plana limpa e untada com óleo espere firmar e corte em pedacinhos. Quando secar leve ao forno quente e deixe até ficar crocante.

Para servir

Junte os rolezinhos e disponha-os em um prato com o molho ao centro e os baconzinhos como guarnição.


Fotos por @jessicamendess

Se depois de realizar essa delícia, você quiser convidar os amigos, o petisco é um ótimo convite para promover o encontro butequeiro. Além de também ter a oportunidade de encontrar e conhecer mais detalhes do campeão de BH no próprio buteco. Então confira as informações:

Informações do bar: TANGANICA ART BAR
Petisco:
 Vegano di Buteco
Endereço:  Rua Padre Demerval Gomes, 380 – Coração Euscarístico
Telefone:   (31) 3376-7047
Instagram: @tanganicartbar
Horário de funcionamento: Quarta a Sabado: 18h a 23h Domingo: 13h as 18h

Te esperamos por aqui para mais uma matéria butequeira, até semana que vem! ;)

Leia Mais →

Dia do Nordestino: Venha celebrar conosco essa cultura que é tão rica e que traz mais sabor ao nosso Brasil!

Celebrado em 8 de Outubro, o Dia do Nordestino é a comemoração do nosso povo cheio de tradição e cultura, uma parte “arretada” do Brasil e que representa a história do nosso país, e que possui uma mistura muito rica entre temperos, costumes, crenças e sabores (principalmente em petiscos).  TUDO QUE AMAMOS!

A culinária nordestina é intensa, repleta de temperos, pimentas e condimentos que caracterizam seu sabor singular, influenciada pela sua história e mescla das tradições africana e portuguesa.  Dessa forma, seus pratos típicos são bem variados e com alto valor calórico, bem raiz e nada light (do jeito que gostamos!).

As regiões mais próximas da caatinga, possuem um tempero mais marcante, sabor forte e com mais sustância. Já as cidades que estão próximas ao litoral, principalmente regiões de porto, dão destaque aos frutos do mar na gastronomia. Mas, de forma geral, os petiscos e comidas nordestinas são caracterizados pelas cores vibrantes, variedade de ingredientes e, claro, sabor apimentado com seus típicos condimentos.

Por isso, como amantes dessa culinária “arretada de boa” e única do nosso país, separamos alguns petiscos que você precisa conhecer e provar (se já não o fez, rsrs) ao viajar para essa região. Veja só:

ACARAJÉ
Foto pelo site Tastemade

A famosa e tradicional receita nordestina, se trata de um bolinho feito com feijão fradinho, sal, alho, cebola, gengibre frito no azeite de dendê e, tradicionalmente, é recheado de camarão alho e óleo, seco e temperado.

Um dos petiscos campeões de Salvador foi inspirado nessa maravilha. Quem se recorda do Japarajé realizado pelo @sushili16 em 2018?


TAPIOCA
Foto pelo site da Ana Maria Braga

Tapioca ou beiju, é uma massa conhecida em todo o Brasil, mas que faz parte do dia a dia do nordestino. De origem Tupi-Guarani, essa delícia típica é feita com goma da fécula da mandioca.

BAIÃO DE DOIS

Foto pelo site Receitas Nestlé

Um dos pratos favoritos dos turistas e dos regionais, o baião de dois é uma mistura de arroz, feijão de corda, carne seca e queijo coalho. Conseguimos descrever essa comida com apenas uma palavra: SENSACIONAL!

Inclusive, esse prato típico foi inspiração para o Seu Fraga, dono do @confrariadofraga (campeão de Belém em 2018), ao apresentar o “Bolinho de Baião de Dois da Mazé”!

Click do petisco por @brocaebreja

VATAPÁ

Foto pelo site Tudo Gostoso

Se existe uma comida saborosa, com certeza é o Vatapá. Um creme apetitoso, típico da região, e que possui várias receitas. A mais tradicional é composta por camarão, pão, farinha de rosca ou fubá, castanha de caju, pimenta, leite de coco, amendoim e azeite de dendê. Muitas vezes é servido como recheio para o Acarajé.

CARNE DE SOL, PIRÃO E QUEIJO COALHO

Foto pelo site Viva RioMar Recife

Uma delícia sem igual, a carne de sol faz parte do cotidiano do nordestino e, geralmente, é consumida com pirão (outra comida típica). Esse prato é produzido muitas vezes com a carne de sol bem assada, queijo coalho e pirão (feito à base de coalhada, leite, manteiga de garrafa e farinha de mandioca).

Um petisco que nos recorda muito essa delícia é o “Conquistando o Sogro”, feito pelo buteco @foliadoboi. Saca só:


SARAPATEL
Foto pelo site M de Mulher

É um prato criado com vísceras de porco, bode ou carneiro, cozida com o sangue do animal e recebe diversas variações pelos estados. Pode ser acompanhado de farinha e pimenta.

Você conhece mais alguma outra comida típica? Diz pra gente nos comentários e aproveite essa semana com #Feriado para se acabar no petisco típico nordestino no buteco, combinado?

Até a próxima! J

Leia Mais →

Bora desfrutar de mais uma história de #Buteco com direito a receita butequeira? Então vem conferir detalhes do campeão Boteco do Filhote, de Goiás!

Como vocês bem sabem, bom butequeiro aprecia uma boa história e, claro, um suculento petisco. Sendo assim, viemos apresentar mais uma transformação de vida emocionante para vocês, a história do Boteco do Filhote!


O buteco familiar, localizado em Aparecida de Goiás, possui longos anos de estrada, com muito esforço, ótimo atendimento e sabor singular nos pratos apresentados. Filhote, dono do bar, ressaltou que ele e a esposa Darli, seu braço direito no buteco, sempre trabalharam duro para alcançar os sonhos – inclusive participar do nosso concurso.

Participam do Comida di Buteco há 3 anos, onde sempre estiveram no pódio regional de Goiás – duas vezes no 5º lugar e pela primeira vez levantando a taça de campeão!


Foto por Rogério Porto/G1

O estabelecimento gerenciado pelo Filhote, é conhecido na região por ser muito familiar, cheio de espaço (oferecendo conforto aos visitantes) e com um atendimento exemplar. Sendo um dos favoritos dos butequeiros ao redor de Aparecida do Goiás!

Além desse momento especial, o bar também é reconhecido pelos petiscos à base de frutos do mar, principalmente com peixes. Cheios de iguarias, entre elas o conhecido petisco criado para o nosso concurso desse ano, a “Moquequita”.

Um tira-gosto incrível composto por mini cestinhas de massa de pastel assada, recheada com Filé de Saint Peter puxado no Azeite de Oliva e leite de coco cremoso. Dá uma olhada nessa maravilha:

Foto por @almadebar durante a visita aos butecos de Goiás <3

Inclusive, após ganharem o concurso, a equipe do filhote foi prestigiada pelo prefeito da região, Gustavo Mendanha, querendo explorar a história do buteco e saborear essa delícia. Que além de provar o petisco realizado pelo casal para 2019, também adorou conhecer o casal campeão. Veja só esse momento inesquecível:

Fotos por @gustavommendanha.

Se até o prefeito ficou curioso para provar essa maravilha, imaginamos com você deve estar depois dessas fotos! Hehehe

Então, simbôra buscar o caderninho de receitas para aprender mais uma receita butequeira. Anota aí:

Ingredientes:
150g de file de Saint Peter

01 Tomate

01 Cebola média

01 dente de Alho

Sal e pimenta a gosto

01 ramo de Coentro

01 colher de sopa de alcaparras

01 colher de café de urucum

01 colher de sopa de Azeite de oliva

01 colher de sobremesa de Azeite de dendê

100ml de Leite de coco

½ pimenta de cheiro

135g de Massa de pastel

Lâminas de coco para decorar

Modo de Preparo:
Pré-asse a massa de pastel em formato de cesta e reserve. Em uma panela, refogue pimentão, cebola, alho e os pedaços de filé de peixe. Acrescente o azeite de dendê, o leite de coco e deixar engrossar.
Recheie as cestinhas e decore com um ramo de coentro e cebolinha. Pronto, sua “moquequita” está concluída e perfeita para servir. #DicaButequeira: sirva quente!

Dicas para a receita:
– O tempo de preparo é +/- 20 minutos.
– A receita rende seis porções.

Isso que é receita prática, não é mesmo?

Uma receita perfeita para dar mais sabor a esse final de semana. Então aproveite para realizar essa delícia e convide seus amigos pra saborear essa delícia na sua casa. Ou, se preferir, marque um passeio por Aparecida de Goiás para conferir esse buteco sensacional e curta a história do Filhote pessoalmente num gostoso bate-papo!

Informações do bar: Boteco do Filhote
Petisco: Moquequita
Endereço:  Av. Bela Vista qd. 16. lt.18 Casa 3 – Parque Trindade
Telefone:  (62) 98145-4552 ou (62) 98634-0439
Instagram: @botecodofilhote
Horário de funcionamento: Terça a Sexta: 17h às 0h Sábado: 11h a 0h Domingo: 11h às 18h

Te esperamos por aqui para mais uma matéria butequeira, até semana que vem! ;)

Leia Mais →

Setembro é mês de comemoração para um participante, você sabe qual é?

Sim, Setembro é um mês muito especial para um veterano paulistano em nosso concurso e eles são famosos pelos petiscos feitos à base de um fruto. Você sabe qual é?


Isso aí, o BAR DO BERINJELA!!

A história desse buteco você já conhece, pois já falamos deles aqui no nosso blog. Mas se você perdeu e quer ver um resumo, aperte o play no vídeo feito pelo nosso patrocinador @cachaca51oficial:

Eles ostentam os títulos de campeão e vice-campeão, em 2013 e 2015 – respectivamente. Lembrando que se destacam pelo carinho no atendimento e higiene no bar!

Mas o que queremos falar de bacana, é que Bar do Berinjela completou 55 anos de jornada butequeira. UMA HISTÓRIA QUE SÓ CRESCE, dentro e fora do nosso concurso – diga-se de passagem! 🍆💜


EE nós, como amantes de um bom buteco, uma boa história e um bom petisco, separamos TODOS os petiscos apresentados por eles ao longo da jornada de 6 anos em nosso concurso. Então, se você também adora um delicioso tira-gosto, se liga nessas maravilhas:

2013
Na edição 2013 do Comida di Buteco, os ingredientes que valorizaram e deram mais sabor aos tradicionais petiscos de buteco foram a linguiça e a mandioca. Sendo assim, o seu Zé nos presenteou com o petisco “Surpresa de Berinjela” – criado pela Dona Débora, sua esposa.

Uma porção de bolinhos deliciosos de berinjela com linguiça refogada e parmesão em cubos. Acompanhado de um molho especial de pimentas. UM VERDADEIRO CAMPEÃO!

PS: Tem versão veggie no cardápio :)

2014
Já durante 2014 no concurso, o tema foi “Mais Amor e mais Boteco, Por Favor!”, e não teve ingredientes obrigatórios. Dessa forma, a equipe do berinjela pode criar uma receita do zero.


E assim eles fizeram ao lançar o “Casadinho Lusitano” no Comida di Buteco, uma porção de trouxinhas com lascas de bacalhau e bolinho de alheira, empanados com farinha de milho. Uma combinação dos #DeusesButequeiros!

2015
Para aguçar a pesquisa e incentivar a criatividade dos butequeiros, na edição 2015 do Comida di Buteco, a escolha do tema foi frutas. Com muita inspiração, Dona Débora apresentou um tira-gosto saboroso com….MANGA!

Isso mesmo, manga e é maravilhoso (e ainda está disponível no cardápio do bar #DICA). O conhecido “Escondidinho de Berinjela”, era composto por berinjela em rodelas com recheio de abobrinha, mussarela e tomate na chapa. Por cima tiras de manga, pimenta biquinho e parmesão.

2016
Em 2016, o Comida di Buteco teve o tema livre e ampliou a possibilidade de criações dos nossos participantes. A família Berin como bons fãs de kibes, se inspiraram nessa delícia para apresentar a receita do concurso!


O petisco chamado “Kiberinjela”, como o próprio nome diz, era um kibe de berinjela, mas tinha a surpresa: o recheio de mussarela e orégano. Se você gosta de kibes, precisa provar!

2017
2017 foi o ano dos cereais no nosso concurso, propondo um belo desafio para os butequeiros. A equipe berinjela destacou os cereais de forma misteriosa no petisco “Descubra“.


Brincadeiras à parte, os cereais estavam presentes na receita através da massa dos dois pasteis assados de berinjela, quinoa, cenoura e batata gratinados com parmesão e dois pasteis assados de carne, quinoa e ovo de codorna gratinado com parmesão.

2018
Na edição de 2018, para incentivar a liberdade nas receitas, deixamos a lista de ingredientes livre. Como era época de Copa do Mundo, a receita realizada pelo Bar do Berinjela trazia um pouquinho da Rússia. Saca só a foto da @mariabgomes:


O icônico “Berinjelowski”, era produzido à base em uma delícia de berinjela que todos amamos: Antepasto de Berinjela. Inspirados pela Copa, a apresentação contava até com uma bandeirinha!

2019
Nesse ano, o tema abordado foi “20 anos, 20 reais”, focando em nosso aniversário de 20 anos e selecionando o valor dos petiscos por R$20. Com uma criatividade impressionante, a equipe do Bar do Berinjela explorou petiscos “vintages” e um novo ingrediente: CHUCHU!

Como o Zé e a Débora descrevem no vídeo, o petisco se chama “Trio Berin”. A porção conta com 2 bolinhos de chuchu recheados de pernil, 2 fatias enroladinhas de berinjela empanadas recheadas com mussarela, e 2 batatas empanadas recheadas com mortadela. Santifica trindade dos petiscos clássicos: bolinho, batata e enroladinho. Adoramos!

Cheios de sabor nos petiscos, histórias butequeiras, temperatura excelente nas bebidas e criatividade nas receitas, esse buteco veterano nos apresenta maravilhas no seu dia a dia no atendimento e a cada participação no nosso concurso.

Para finalizar nossa matéria, fechamos com um questionamento: Você reconhece algum desses petiscos? Diz aí nos comentários da matéria!

Se você está procurando um rolê pro final de semana, que tal visitar esse clássico buteco em SP? Confira as informações abaixo:

Informações do bar: Bar do Berinjela
Endereço:  Praça 20 de Janeiro, 67 – Tatuapé, São Paulo – SP
Telefone:  (11) 2671-2992
Instagram: @bardoberinjela_
Horário de funcionamento: Terça a Sexta das 16h às 23h | Sábado das 12h às 20h.

Leia Mais →